As 3 bases

12-09-2020

As 3 bases das técnicas de meditação



Geralmente a meditação é tida como algo transcendente e a maioria das pessoas que a experimentam, desistem muito rapidamente. Geralmente isto acontece porque existe muita desinformação e limitação no que é transmitido, e assim as pessoas são levadas a acreditar que é assim mesmo, que não é para elas!

Bom, este post é apenas para demonstrar que existem várias técnicas para começar a meditar, e atenção que são técnicas, e todos os que pretendem iniciar esta prática, devem testar várias e praticar aquela que melhor se adapta a si próprio.

As 3 técnicas base são:

  1. Com estímulo físico
  2. Com estímulo visual
  3. Com estímulo auditivo

Com o estímulo físico (a minha predileta) subentende-se que o foco esteja no corpo físico, numa determinada parte do nosso corpo, na ponta do nariz, num pé, no dedo grande do pé direito e até na nossa respiração, ou seja, na entrada e saída do ar através das nossas vias respiratórias.


Com o estímulo visual, pretende-se que o foco esteja em algo exterior a nós, como por exemplo numa imagem, numa vela acessa, numa flor ou num yantra.

Com o estímulo auditivo pressupõe-se que o foco esteja em sons, como meditações guiadas, mantras, sons do vento ou outro.

No fundo, o conceito básico de qualquer técnica para meditar é colocar toda a atenção e foco nesse estímulo que escolhemos, que pode ser uma imagem, um som, uma sensação, a respiração ou outra.


Para que possas descobrir o que é melhor e mais impactante para ti, brevemente começarei a explorar todas estas técnicas, uma a uma, de forma simples e prática.